Municípios trocam experiências na área de educação de surdos em seminário promovido pela Prefeitura do Jaboatão

   O segundo dia do 1º Seminário Intermunicipal de Educação de Surdos, realizado nesta quarta-feira (28) no auditório do Hotel Golden Beach, em Piedade, foi marcado por debates e palestras sobre experiências exitosas em diversas cidades da Região Metropolitana e do Nordeste. O evento promovido pela Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes e pelo Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines) teve o objetivo de definir ações que venham a beneficiar, principalmente, os alunos que têm problema de audição.

   “Foi um momento de muito aprendizado. O seminário é o começo de uma discussão necessária, que precisa ser feita para promover uma política de educação para os surdos e a legitimação da na Língua Brasileira de Sinais (Libras) como identidade cultural. No Jaboatão, temos 506 alunos da rede municipal contemplados com aulas ministradas por professores surdos e, também, oferecemos Curso de Libras, do básico ao intermediário, para 250 estudantes”, pontuou Lauriceia Gomes, coordenadora do Núcleo de Educação Especial do Jaboatão dos Guararapes.

   Aproximadamente 300 convidados participaram do encontro, entre supervisores, intérpretes, professores, estudantes e pais de pessoas surdas do Jaboatão, Paulista, Mossoró (RN) e do Governo de Pernambuco. O tema “Unir para incluir: quebrando barreiras comunicacionais” norteou as palestras e rodas de diálogo. Entre os assuntos abordados ao longo dos dois dias de seminário, destacam-se a aplicação de políticas públicas para estudantes com surdez; educação bilíngue; ensino da Língua Portuguesa na modalidade escrita; papel da família na formação da identidade surda e experiências exitosas em educação para surdos, entre outros.

X