Alunos da rede municipal de ensino do Jaboatão participam de aula ao ar livre

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
[dkpdf-button]

   Como parte da programação da 361ª edição da Festa da Pitomba, 54 alunos da rede municipal de ensino do Jaboatão participaram de atividades interdisciplinares na tarde desta terça-feira (3), no Parque Histórico dos Guararapes. Em uma estrutura montada no polo cultural da tradicional festividade, as secretarias municipais de Meio Ambiente (Semag), Educação e Desenvolvimento Social e Cidadania desenvolveram, em ação conjunta, brincadeiras de cunho educacional para os estudantes.

   Maria José, artesã do município e ex-catadora, ministrou, junto a uma equipe da coleta seletiva do Jaboatão dos Guararapes, uma minioficina de reutilização de recicláveis para as crianças. “Eles ficam eufóricos aprendendo coisas novas, até porque é um ambiente diferente, eles estão colocando a mão na massa e produzindo. A gente aproveita esse momento para ensinar sobre a importância da coleta seletiva, explicar que existem famílias que dependem desse material e que para ajudar só é necessário ter atitude”, pontuou.

   Equipes da secretaria de Meio Ambiente também aproveitaram materiais recicláveis como objetos didáticos em brincadeiras como jogos de tabuleiro. A chefe do Núcleo de Educação Ambiental da Semag, Danielle Santana, explicou que todos as atividades foram produzidas a partir de materiais como caixas de leite e garrafas. “Um brinquedo artesanal não é menos interessante do que um comprado em uma loja. Brincar é um ato que envolve criatividade, e é preciso incentivar as crianças para que elas desenvolvam esse lado lúdico. Produzindo brinquedos a partir de materiais que virariam lixo, não estamos apenas desenvolvendo essa criatividade, estamos ensinando a eles que o descarte desses objetos é responsabilidade de cada indivíduo. Afinal, essa rede afeta o nosso próprio bem-estar e o do nosso município”.

   Nielle Vasconcelos, aluna da Escola Municipal Claudio Agrício, adorou a aula ao livre: “Aprendi que o que é lixo pra mim pode ser uma fonte de renda pra outra pessoa, e que dá pra fazer brinquedos legais sem gastar muito, usando materiais recicláveis”. As atividades com os alunos da rede municipal continuam nesta quinta (5) e sexta-feira (6), das 14h às 16h.