loader image
0%

ESCOLA DO JABOATÃO É VENCEDORA DO DESAFIO INOVA ESCOLA

Os professores da Escola Municipal de Tempo Integral São Sebastião foram a São Paulo para a disputa do Desafio Inova Escola e terminaram a competição entre as cinco vencedoras do Brasil. O desafio foi uma iniciativa da Vivo Telefônica e premiou as cinco escolas brasileiras que apresentaram projetos de inovação dentro de suas unidades de ensino.

Com um projeto voltado para a melhoria da qualidade da água na escola e na comunidade onde estão situados, a equipe Bastião Atômico desbancou mais de 4 mil escolas de todo o Brasil e foi uma das cinco vencedoras da etapa nacional, conquistando a premiação de 10 mil reais para ser investido na realização do projeto.

Fátima Couto, gestora da escola São Sebastião, falou sobre a importância do projeto vencedor para os seus alunos e toda a comunidade escolar. “A gente fica muito feliz com essa premiação, considerando que a gestão vem trabalhando junto com a equipe em prol do desenvolvimento de projetos que melhorem, não só o conhecimento, mas a vida dos estudantes e toda a comunidade envolvida. Então nesse sentido, o projeto contribuiu para a reflexão das crianças a respeito dos problemas enfrentados em suas comunidades e sua escola e elas entendem que podem modificar essa realidade, passando à condição de agente transformador. Então eu gostaria de compartilhar essa conquista com a Secretaria Municipal de Educação, que sempre nos apoiou, e, principalmente, com a equipe, pois sem professores e alunos nada disso teria acontecido”, explicou.

O professor Alexsandro Alberto da Silva, que junto com o professor Jackson Atos Ferreira de Souza representaram a equipe no desafio, em São Paulo, contou sobre a experiência de representar sua escola no desafio. “Eu acredito que a minha vocação é a utopia. E a utopia que Paulo Freire coloca não é algo irrealizável, é algo que é possível. Então trazer acesso à água de forma contínua, sempre foi minha luta e eu acreditei o tempo inteiro que iríamos ganhar. Lá nós participamos de muitas atividades, vimos muitos projetos, participamos de discussões ligadas à inovação, e o Fórum de Inovação Escolar que nós participamos, contribuiu muito com nossa aprendizagem para que, agora, possamos imergir na escola com esse processo de inovação pedagógica e toda a estrutura precisa ser reformulada”, afirmou.

X