Uma ação política voltada ao atendimento das especificidades dos estudantes surdos da rede de ensino da Região Metropolitana do Recife (RMR) está sendo discutida, nesta terça (27) e quarta-feira (28), no Jaboatão dos Guararapes, durante o 1º Seminário Intermunicipal de Educação de Surdos. O evento é realizado no auditório do Hotel Golden Beach, em Piedade, pela Prefeitura do Jaboatão, em parceria com o Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines). Aproximadamente 300 representantes de cidades da RMR estão participando do encontro, entre supervisores, intérpretes, professores, estudantes e pais de pessoas surdas. O tema “Unir para incluir: quebrando barreiras comunicacionais” norteia as palestras e rodas de diálogo que acontecem das 8h30 às 17h.

   A secretária de Educação do Jaboatão dos Guararapes, Ivaneide Dantas, destacou o papel do município na realização do Seminário. “Jaboatão vem imprimindo fortemente uma política de educação inclusiva. Esse evento é muito importante para nossos estudantes com deficiência e para todos nós. É importante também ampliar a discussão com outros municípios acerca da educação para os surdos. Estamos formando 756 pessoas na Língua Brasileira de Sinais (Libras) que irão possibilitar aos estudantes da rede municipal a capacidade se comunicarem com seus colegas e familiares surdos”, destacou.

   Marcelo Cavalcanti, diretor-geral do Ines, enaltece a realização do evento. “A importância desse seminário se deve à troca de conhecimento que estamos realizando. Vários municípios estão presentes para discutir e levar a inclusão dos surdos às escolas. Estamos abordando a relevância da Língua Brasileira de Sinais dentro e fora das salas de aula”, pontuou.

   Entre os temas que serão abordados ao longo dos dois dias de seminário, estão: políticas públicas para estudantes com surdez; educação bilíngue; ensino da Língua Portuguesa na modalidade escrita; o papel da família na formação da identidade surda; experiências exitosas em educação para surdos, entre outros.

X